Papelão hidráulico: saiba como escolher o correto

No mercado existem diversos produtos para a confecção de juntas de vedação. No entanto, mesmo com a vasta gama de opções existentes, o material que mais se destaca é o papelão hidráulico, que pode ser encontrado em diferentes modelos.

Cada um deles apresenta uma constituição singular obtida por meio da combinação de alguma espécie de fibra, elastômero e um outro aditivo. A resistência térmica e mecânica do papelão é concedida pela fibra, que tem a função estrutural, enquanto o elastômero tem a função de prover elasticidade, flexibilidade e resistência química.

Neste post iremos abordar as diferenças entre os diversos modelos de papelão hidráulico.

Veja quais são os 4 tipos de papelão hidráulico

Como citado acima, os papelões hidráulicos mais usuais são aqueles fabricados a partir de borracha nitrílica (NBR) e misturado a diferentes fibras. Essa composição resulta em materiais com características singulares que atendem, desse modo, a diferentes aplicações.

Abaixo, listamos os 4 principais tipos de papelão hidráulico. Veja!

PH 210

Fabricado a partir de fibra de celulose, borracha nitrílica (NBR) e carga reforçante feita por meio do processo de calandragem a quente, o  PH 210 é um papelão de baixo custo, indicado para aplicações de baixa exigência térmica, química e mecânica.

Suporta temperatura de até 210°C e pressão máxima de 50 bar. É totalmente isento de amianto (asbestos free). Recomendado para vedação de água, solução neutra, salmoura, vapor saturado, entre outras aplicações na área industrial.

O PH 210 é fabricado em folhas de 1.500 x 2.000 mm ou 1.500 x 1.600 mm na cor vermelha e opcionalmente pode receber acabamento externo grafitado, com o intuito de facilitar a remoção da junta no momento de futura manutenção da tubulação.

Ele é quimicamente compatível com:

  • água;

  • gases;

  • salmoura;

  • refrigerantes;

  • vapor saturado.

PH 400

O papelão hidráulico PH 400 é fabricado a partir de fibra aramida, borracha nitrílica (NBR) e carga reforçante (também realizada por meio do processo de calandragem a quente). Ele suporta a temperatura de até 400°C e 110 bar de pressão máxima.

Considerado um dos papelões hidráulicos de melhor custo-benefício, ele também é totalmente isento de amianto, sendo altamente recomendado para confecção de juntas de vedação e aplicações que tenham contato com derivados de petróleo, solventes, vapor e produtos químicos em geral.

O PH 400 pode ser encontrado em folhas de 1.500 x 2.000 mm ou 1.500 x 1.600 mm na cor verde. Assim como o PH 210, também poder receber opcionalmente acabamento externo grafitado.

Ele é quimicamente compatível com:

  • água;

  • álcalis;

  • petróleo;

  • solventes;

  • vapor saturado.

PH 550

O papelão hidráulico PH 550 é o mais versátil do mercado. Ostenta alta estabilidade térmica e excelente resistência química, sendo perfeito para a confecção de juntas de vedação que serão empregadas em serviços sob alta temperatura e pressão elevada. Fabricado a partir de fibra inorgânica, borracha nitrílica e cargas reforçantes, suporta praticamente todos os produtos químicos.Disponível em folhas de 1.500 x 2.000 mm ou 1.500 x .1600 mm na cor preta.

Compatível com:

  • álcalis;

  • etanol;

  • gases;

  • óleos;

  • petróleo;

  • solventes;

  • vapor saturado.

PH 550 Metálico

PH 550 metálico apresenta a mesma composição do PH 550, porém recebe reforço interno em fios de aço inox. Esse reforço interno aumenta a resistência à pressão elevada. Suporta serviços sob temperatura máxima de 550ºC e pressão de até 150 bar. Disponível em folhas no mesmo tamanho que os demais papelões.

Quimicamente é compatível com:

  • álcalis;

  • etanol;

  • petróleo;

  • solventes;

  • vapor saturado.

Saiba o que observar para escolher o melhor papelão hidráulico

Agora que você já conheceu 4 tipos de papelão hidráulico que podem ser úteis quando o assunto é vedação, vamos apresentar a você alguns importantes aspectos que devem ser analisados na hora de escolher o papelão ideal para você. Confira abaixo!

Temperatura

De modo geral, quanto mais elevada for a temperatura do fluido a ser vedado, mais prudente deve ser a escolha do material de uma junta. A variação entre o frio e o calor causa um efeito termomecânico sobre as juntas, acelerando assim um processo denominado creep relaxation.

Esse processo nada mais é que a deformação definitiva dos materiais macios que compõem uma junta. Desse modo, por conta de diversos produtos ficarem muito mais agressivos quando submetidos à alta temperatura — danificando precocemente o material orgânico da junta e tornando-a parcial ou totalmente ineficaz — é extremamente importante atentar-se às temperaturas suportadas por cada tipo de papelão hidráulico.

Pressão de trabalho

Tão importante quanto a observação da temperatura suportada é ter atenção à pressão máxima com a qual cada tipo de papelão hidráulico pode lidar. Como os diferentes modelos de junta têm resistências diferentes, eles podem ser escolhidos conforme a pressão que vão enfrentar na vedação — minimizando os riscos de acidente.

Uma curiosidade importante é que, para aumentar a resistência à pressão de uma junta, pode-se adicionar uma trama de fios de aço inox à sua composição. Essa trama é encontrada no PH 550 metálico.

Compatibilidade química

Por mais que os dois pontos acima sejam imprescindíveis, não adianta utilizar uma junta de vedação que suporte apenas alta pressão e temperatura elevada caso ela não seja também compatível com o pH do produto que vai ser estancado.

Caso o fluido trabalhe fora da faixa de pH de uma junta, ela será deteriorada precocemente, causando vazamentos. Por conta disso, a compatibilidade química a qual o papelão hidráulico suporta é um importante aspecto a ser observado — conferindo muito mais segurança à aplicação.

Tipo de flange

Por fim, é necessário ter em mente qual é o diâmetro dos flanges que as juntas constituídas pelo papelão hidráulico serão aplicadas. Isso propicia uma montagem correta no momento da instalação da junta.

O cálculo do torque nos parafusos, por exemplo, deve levar em conta o limite de resistência do flange, da junta e dos próprios parafusos — evitando, assim, distorções sobre as juntas e possíveis fugas de material.

Interessante, não? Este post ajudou você a entender melhor como escolher o papelão hidráulico adequado para você? Conheça todos os tipos de papelão hidráulico com os quais trabalhamos!

error: Conteúdo protegido!