Tipos de tecidos inovadores para solda que você precisa conhecer

Um material adequado para serviços de proteção em ambiente de soldagem é determinante para a segurança do trabalho. A aplicabilidade de tecidos para soldagem garante a proteção coletiva, contenção de fogo, preservação de equipamentos, dentre outros benefícios.

Vamos entender melhor o que são tecidos para solda e quais são os principais tipos de tecidos disponíveis no mercado.

O que são tecidos para solda?

Em um ambiente de soldagem é necessária a utilização de tecidos resistentes e que suportem altas temperaturas. Tecidos para solda são indispensáveis nas empresas que têm uma linha de soldagem, tendo como visão primordial a segurança no ambiente de trabalho.

Tecidos para solda são materiais antichamas essenciais no processo de resfriamento lento de solda ou para cobertura antichamas em ambiente de soldagem.

Um exemplo comum da sua aplicabilidade é a sua utilização como “cortina” que permite a proteção para todos os envolvidos no ambiente de soldagem contra respingos quentes de solda dentre outras particularidades abrangidos no processo de soldagem.

Algumas características são essenciais na escolha dos tecidos para solda. Independentemente da situação que será utilizado. é determinante escolher o tecido com composição adequada e espessura do equipamento de acordo com a temperatura exposta.

Quais os principais tipos?

Os tecidos para solda precisam resistir a alta temperatura para cumprir o objetivo de garantir a segurança dos funcionários da empresa. Cada tecido apresenta características singulares, diferenciadas por sua composição, resistência e sua espessura.

Dentre diversos modelos no mercado, destacam-se quatro tecidos:

1. Tecido TS 550

O TS 550 é fabricado a partir de fios de sílica e fiberglass texturizado, com tratamento antichama. É indicado para proteção contra respingos de solda, limalha e faíscas. Destaca-se por seu baixo peso específico, alta flexibilidade e ótimo custo por m². Não contém amianto em sua composição.

2. Tecido TP 600

O TP 600 é o tecido antichama mais moderno do mercado. Fabricado a partir de fios nobres de fibra de vidro com revestimento de poliuretano,  é ideal para confecção de cortinas para proteção de solda, faíscas e limalhas. Tem como características principais sua elevada resistência térmica (suporta temperatura contínua de 600°C por até 120 minutos), boa resistência química e baixo peso por m².

3. Tecido TS 1000

O TS 1000 é fabricado em fios com alto teor de sílica (dióxido de silício). Indicado para proteção em portas de fornos siderúrgicos, proteção contra respingos de solda e isolamento contra fogo. Ostenta elevada resistência a calor, chegando a suportar temperaturas superiores à 1.000°C sem propagar chamas. O tecido TS 1000 é totalmente isento de amianto e não causa alergias na pele.

4. Tecido TA 43

O TA 43 é fabricado a partir da fibra aramida (mesma composição das blindagens automotivas e dos coletes a prova de bala) com tratamento antichama. Possui altíssima resistência mecânica e boa resistência térmica. Indicado para proteção contra respingo de solda e confecção de junta de expansão não metálica. É o tecido antichama mais utilizado em estaleiros e indústrias off-shore.

Tecidos para solda resistentes são primordiais para uma segurança apropriada no ambiente de trabalho de soldagem. Portanto, é crucial conhecer as características, além da adequada aplicabilidade do tecido para que se alcance o objetivo almejado.

 

error: Conteúdo protegido!