Manutenção industrial: conheça 4 tendências do segmento

Cuidar da manutenção industrial é indispensável para obter bons resultados. A atenção a esse aspecto evita paradas imprevistas, perda de competitividade ou aumento dos custos.

Ter um bom nível nesse sentido é fundamental, inclusive, para conquistar mais clientes e sair à frente dos concorrentes. Nesse cenário, algumas tendências têm se destacado e merecem atenção especial.

A seguir, veja quais são 4 tendências de manutenção industrial e descubra como elas são aplicáveis ao seu negócio.

1. Asset Performance Management

A atuação na manutenção preventiva já não é o bastante. Além de buscar uma atividade preditiva, há a exigência de adotar contornos estratégicos. Ou seja, por meio da análise correta e da tomada de decisões, é possível definir qual é a melhor abordagem para atingir os objetivos da empresa.

Para tanto, uma das tendências é a gestão de performance de ativos (ou asset performance management). Os profissionais devem ter uma visão completa sobre o negócio e entender como cada máquina e equipamento devem operar. A partir da otimização de manutenção, aquisição e uso, é possível obter resultados diferenciados.

2. Integração e conectividade

Os últimos anos trouxeram uma evolução tecnológica muito grande, especialmente na indústria. A chegada e a atualização de robôs, a entrada da conectividade e a criação de sistemas robustos fazem parte da indústria 4.0.

Agora, há a busca de integração entre tecnologia e automação e os processos de manutenção industrial. Por meio da padronização, por exemplo, as máquinas poderiam se regular e emitir ordens de compra ou solicitação de reparos. A partir da configuração de parâmetros, seria cada vez menor a necessidade de interferência humana.

Além de tudo, a integração com a internet e a produção de grandes volumes de dados traz mobilidade. Agora, é possível tomar decisões mesmo a distância, o que aumenta a produtividade em todos os sentidos.

3. Capacidade analítica

Com a chegada da indústria 4.0, o volume de dados produzidos também ampliou de forma considerável. Por meio de elementos como Big Data e Business Intelligence, é possível produzir um grande volume de informações. Assim, há um crescimento na capacidade de análise e de tomada de decisões.

Como a tecnologia será usada com intensidade progressiva, a tendência é que a abordagem analítica ganhe força. Com as escolhas cada vez mais embasadas, há chances aumentadas de obter os efeitos positivos esperados.

Para completar, o uso de tecnologias permitirá a troca de dados de maneira intensa e contínua. O principal efeito é a democratização de acesso às informações, o que ajuda a tomar decisões de modo colaborativo.

4. Treinamento diferenciado

Embora a tecnologia ganhe um papel de destaque, a manutenção industrial ainda depende de fatores humanos. É preciso ter o time certo e capacitado para concluir as tarefas indispensáveis.

Por causa disso, uma das tendências da manutenção industrial é a realização de um treinamento específico e com cada vez mais aprofundamento no tema. A ideia é preparar as novas gerações e criar profissionais capacitados para lidar com as tecnologias inéditas em suas diferentes aplicações.

Os negócios devem pensar em como formar gestores de manutenção eficientes, estratégicos e que atendam às exigências pontuais. Também será preciso buscar times efetivos e capazes de lidar com equipamentos que trazem cada vez mais tecnologia e necessidades específicas.

Ao conhecer as principais tendências de manutenção industrial, o seu negócio poderá se destacar. Acima de tudo, é um jeito de se preparar para o que virá e consolidar a competitividade.

Conhece alguma outra tendência que merece destaque? Use o espaço dos comentários e participe!

error: Conteúdo protegido!