Conheça as 3 principais certificações em segurança do trabalho

Você conhece as principais certificações em segurança do trabalho? Manter o bom funcionamento de uma empresa é um desafio constante. As políticas de saúde e segurança são essenciais para garantir o bem-estar e a produtividade de seus funcionários.

A busca por um ambiente ocupacional livre de riscos e agentes nocivos pode ser alcançada por meio da qualificação e constante busca por atualizações sobre o assunto. Para te ajudar, reunimos as três principais certificações, fundamentais para manter a segurança no trabalho. Confira.

1. OHSAS 18001

A OHSAS 18001 (Occupational Health and Safety Assessment Series, ou Série de Avaliação de Segurança e Saúde Ocupacional) é uma norma sistemática voltada para a identificação dos riscos e perigos no ambiente, a fim de que sejam eliminados ou minimizados.

No entanto, em março deste ano (2018), foi publicada a última versão da ISO 4501, que substituirá a OHSAS 18001. As empresas já certificadas terão um prazo de três anos após o anúncio oficial para realizarem a transição.

Essa união de sistemas para gestão integrada de qualidade, meio ambiente e segurança no trabalho visa uma abordagem mais completa e ampla acerca da identificação, eliminação ou minimização dos riscos do ambiente ocupacional que forem detectados. Os benefícios destacados são:

  • proteção dos trabalhadores: mantém o ambiente de trabalho mais seguro e saudável para os colaboradores, reduzindo o número de acidentes e problemas de saúde;
  • redução de riscos: melhores resultados na identificação dos riscos, possibilitando estratégias para a avaliação, verificação, inspeção, revisão legal e investigação de acidentes;
  • conformidade legal: manter-se em conformidade com as leis vigentes, reduzindo o nível de reclamações e diminuição no pagamento de apólices;
  • responsabilidade: a certificação demonstra maior responsabilidade e compromisso acerca da saúde e segurança dos trabalhadores.

2. NEBOSH-IGC

Dentre as principais certificações em segurança do trabalho, está a NEBOSH-IGC. O National Examination Board in Occupational Safety and Health, ou Conselho Nacional de Avaliação de Segurança e Saúde Ocupacional, é uma entidade que, desde 1979, oferece qualificações que visam suprir as necessidades de saúde e segurança em todos os locais de trabalho. Já a NEBOSH-IGC (International General Certificate) é uma certificação de âmbito internacional direcionada a:

  • profissionais com formação completa em cursos de nível técnico ou médio com ênfase em saúde ocupacional — gestão de pessoas ou segurança do trabalho;
  • profissionais com formação completa em nível superior em quaisquer áreas relacionadas (médicos e advogados do trabalho, engenheiros, arquitetos e engenheiros de segurança do trabalho);
  • profissionais de demais áreas voltadas a saúde, segurança e qualidade no ambiente ocupacional.

O foco da NEBOSH é em certificações de segurança para construções, proteções contra óleo, gás e incêndios. Sendo assim, as vantagens dessa qualificação vão desde o aprimoramento dos conhecimentos sobre saúde e segurança, melhorando o seu desempenho profissional, até o desenvolvimento da sua carreira.

Além disso, os profissionais que têm essa certificação têm direito a fazer parte do Estatuto de Membro Associado (AIOSH) do Instituto de Segurança e Saúde Ocupacional (IOSH). Para obter o seu NEBOSH-IGC, é preciso realizar um curso em local credenciado.

3. CIPA

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) é uma certificação com o objetivo de prevenir doenças e acidentes de trabalho que está publicada na Norma Regulamentadora 5.

Esse certificado é obrigatório para as empresas que tenham acima de 50 funcionários. Para isso, o SESMT da empresa ou algum profissional que tenha conhecimentos sobre saúde e segurança no trabalho deverá ministrar treinamentos anuais com carga horária de 20 horas (no máximo oito horas diárias), podendo ser durante o expediente.

Com isso, espera-se que os colaboradores sejam conscientizados das melhores práticas no ambiente de trabalho e adquiram conhecimentos das regulamentações do MTE e sobre o uso de EPIs.

As certificações em segurança do trabalho têm como objetivo proporcionar um ambiente ocupacional mais seguro e saudável. Além de ser uma estratégia para a redução de custos com acidentes de trabalho, é uma maneira de mostrar mais responsabilidade e compromisso com seus funcionários.

Viu como as certificações podem ser a chave para um ambiente mais seguro? Agora, conte-nos aqui nos comentários: quais dessas certificações você ou a sua empresa tem?

error: Conteúdo protegido!