Como o isolamento térmico influencia na economia de energia?

A produção de uma indústria só alcança os resultados que deseja quando o setor de manutenção age de maneira correta. Nessas horas, o uso de novas técnicas e tecnologias é uma questão fundamental para a continuidade dos processos.

Além de dialogar com colegas de trabalho, clientes e fornecedores, um engenheiro precisa conhecer as novidades do mercado. Saiba também que o desempenho energético da gestão é outro ponto que influencia a sua rotina de trabalho.

Ser produtivo não pode implicar no aumento do consumo de energia. Nessas situações, pode ocorrer um desequilíbrio das contas financeiras do negócio. Não se esqueça também que a falta de economia de energia não promove a sustentabilidade.

O isolamento térmico é uma ótima opção para solucionar esses problemas, mas você sabe o porquê disso ou como ele funciona? Pois, então não se preocupe. Este post vai explicar tudo sobre assunto, solucionando dúvidas e dando exemplos que vão ajudar em sua compreensão. Confira!

Qual é a importância do isolamento térmico?

Os sistemas industriais são complexos e trabalham com grandes cargas e estruturas. As atividades realizadas no chão de fábrica, usualmente, geram calor ao ambiente externo. Assim, o isolamento térmico evita a perda de energia entre o espaço e os equipamentos utilizados na linha de produção.

De uma forma bem simples: o isolamento térmico visa a proteção das superfícies  industriais, mantendo a temperatura deseja no local em estudo. Esse processo é feito a partir de materiais de baixa condutividade térmica, que dificultam a dissipação de calor.

Quando empregado de forma correta e adequado às especificações do fabricante, é possível economizar energia por meio da diminuição da troca de calor ou frio para o meio.

Além de ajudar na redução da conta de energia, essa estratégia melhora o controle de acidentes e ruídos na indústria. Isso acontece porque os fornos, as caldeiras e as tubulações que trabalham em altas temperaturas oferecem grandes riscos aos colaboradores. Nesses casos, qualquer descuido pode ser fatal e provocar danos financeiros, estruturais e humanos ao negócio.

Um ambiente com temperatura controlada é mais confortável e seguro para a realização das atividades. E os equipamentos também saem ganhando, pois evitam os desgastes excessivos. Como consequência disso, as manutenções se tornam menos frequentes.

Antes de tomar qualquer atitude, você deve analisar as temperaturas médias e a umidade relativa do ar.

Como ele ajuda a reduzir o consumo de energia?

Cada tipo de ambiente oferece condições únicas para o trabalho das máquinas. Um local mais frio exige mais dos dispositivos, já que eles gastam mais energia para manter os sistemas aquecidos.

Analogamente, um ar-condicionado consome mais energia quando é instalado em um lugar mais quente. De qualquer forma, ambas as situações interferem no valor da conta de energia.

Separamos dois exemplos que explicam melhor como isso ocorre, veja!

Exemplo 1

A tubulação de uma câmera frigorífica deve ser fria, certo? Dessa forma, o compressor pode funcionar até uma certa potência. Ao isolar as tubulações e dutos com o material correto, o equipamento realizará menos força, e os gastos com BTUs são reduzidos.

Essa unidade de medida mostra qual potência de refrigeração do aparelho. Quanto menor for o seu valor, maior será a economia de energia.

Exemplo 2

O forno de siderurgia, por outro lado, requer muito calor. A temperatura do refratário não pode oscilar. Quando isso acontece, gasta-se mais energia para mantê-la no patamar desejado. O isolamento térmico ajuda a regular a temperatura, reduzindo o consumo energético na indústria.

Percebe-se então que o isolamento térmico mantêm o calor no equipamento.   

Quais os principais tipos de materiais utilizados?

O trabalho na indústria é formado por vários materiais e produtos. Cada um deles deve ser utilizado de maneira correta, a fim de otimizar a produção. E não poderia ser diferente com o isolamento térmico.

Atualmente, o componente mais utilizado para evitar a perda de calor é a fibra cerâmica, que é empregada em diferentes formas de isolamento para, consequentemente, atender a um maior leque de aplicações.

A fita de fibra cerâmica, por exemplo, é utilizada para isolar tubulações, mangueiras, cabos elétricos, revestimentos de escapamentos automotivos e mangueiras. Oferecendo grande resistência mecânica e podendo trabalhar com temperaturas de até 1.260 ºC, ela é de fácil aplicação e manuseio.

Já a gaxeta de fibra cerâmica é fabricada em seção redonda ou quadrada e também suporta temperaturas de até 1.260 ºC. Possui extrema flexibilidade e moldabilidade, sendo facilmente aplicável para isolamento térmico e vedação de tampa de inspeção, porta de fornos, caldeiras, estufas, entre outros equipamentos. Assim como os demais produtos de fibra cerâmica, ela apresenta excelente resistência ao choque térmico e à maioria dos produtos químicos.

Outra excelente alternativa é a manta de fibra cerâmica, fabricada a partir da eletrofusão de alumina com sílica, é a opção ideal para ser utilizada em locais de difícil acesso. Ela apresenta ótima resistência mecânica e tem grande capacidade de isolamento térmico. Totalmente isenta de amianto, a manta apresenta baixa condutibilidade térmica e retém pouco calor.

Além disso, existem várias placas isolantes, cada uma com características diferentes umas das outras.

Entretanto, um forno de parede circular tem estrutura que precisa de cuidados especiais, assim não é possível utilizar placas para o isolamento térmico. Por isso, é necessário utilizar uma manta específica, que é mais flexível e tem maior adaptabilidade.

Existem, de fato, vários desafios na vida de um engenheiro industrial. Esse profissional precisa estar alinhado aos objetivos do negócio para encontrar o caminho do sucesso. Adotar tecnologias inovadoras e técnicas que prezam pela segurança de todos são ótimas dicas.

Ao ler o nosso post de hoje, você descobriu como o isolamento térmico influencia na economia de energia. Ele evita as perdas de calor entre os equipamentos e o ambiente. Como em uma indústria esses valores são elevados, todos os detalhes são fundamentais para a escolha de uma estratégia eficiente.

Por isso, realize uma análise minuciosa antes de tomar qualquer decisão. Faça uma escolha baseada em fatores técnicos, que melhoram as condições de trabalho e reduzem o consumo de energia.  Não se esqueça também de trabalhar com um fornecedor de qualidade, que conhece as necessidades do mercado e oferece produtos de boa procedência.

E então, o que você achou do nosso conteúdo? Quer encontrar as melhores soluções em isolamento térmico? Basta entrar em contato com a nossa empresa e se preparar para garantir a produtividade e a segurança em sua gestão

error: Conteúdo protegido!