asalit

Muitos processos industriais dependem da manutenção da temperatura interna (seja de equipamentos, seja de dutos e tubulações) para a garantia de sua eficiência e qualidade. Em outras palavras, esses processos necessitam de recursos que auxiliam na diminuição da troca de calor entre o meio interno e o ambiente externo. A fita para isolamento térmico é o produto ideal para essa aplicação.

Capaz de retardar a transferência de calor quando aplicada em determinado local, a fita para isolamento térmico também desempenha outras importantes funções, que você vai conhecer neste post. Então, continue a leitura e confira 6 pontos relevantes sobre o produto!

1. Sua definição

A fita de isolamento térmico é fabricada a partir de distintos tipos de fibra antichama, entre elas: amianto, fibra cerâmica e aramida. Comercializada em rolos — geralmente de 30 m de comprimento e 3 mm de espessura —, seu principal objetivo é isolar externamente dutos, tubulações e equipamentos, a fim de reduzir o consumo de energia por meio da manutenção de uma temperatura estável. Além disso, a fita cria uma proteção contra o calor da face quente, evitando possíveis acidentes com os colaboradores.

2. Principais aplicações

A fita isolante térmica pode ser utilizada em:

  • Cabos elétricos
  • Dutos de ar condicionado
  • Escapamentos
  • Tubulações de água quente
  • Tubulações frigoríficas

3. Principais características

Para assegurar essa amplitude de funcionalidades, é fundamental que a fica possua as propriedades que você vai conhecer a seguir.

Baixa condutividade térmica

Como o produto visa manter a estabilidade da temperatura interna de certa área, é essencial que o calor não seja dissipado por ele mesmo. Isso significa que a fita deve ter baixa condutividade térmica — assim, ao entrar em contato com a fita isolante, o calor encontra forte resistência e não consegue se propagar.

Resistência mecânica

A resistência mecânica de uma fita está relacionada à sua capacidade de se manter funcional mediante esforços como tração, atrito e torção. Nesse item, a fita mais apropriada é a de fibra aramida.

Estabilidade química

Alguns locais apresentam intempéries, umidade e ataque químico. Nesse tipo de aplicação, a resistência química da fita se faz essencial. Nesse aspecto, destaca-se a de fibra cerâmica

Baixo peso

Não adianta apresentar todas essas propriedades e ser um material pesado, pois isso sobrecarregaria o local de sua aplicação. A fita isolante deve ser leve, não impactando de maneira significativa no peso da estrutura onde ela eventualmente será usada. A fita mais leve atualmente no mercado é a de fibra aramida.

4. Variedade de modelos

Hoje, você pode encontrar diversos modelos de fita isolante no mercado. Conheça os principais:

Fita de fibra aramida

Apresentando ótima resistência mecânica, a fita de fibra aramida é um artigo comumente utilizado para proteção (na forma de mantas) de dutos e tubulações. Suas principais características são:

  • alta resistência à tração;
  • boa resistência à abrasão;
  • boa resistência à temperatura;
  • não causa alergia e coceiras;

Fita de fibra cerâmica

Fabricada a partir da fusão entre alumina, sílica e ligantes inorgânicos, oferece excepcional resistência a elevadas temperaturas, suportando valores superiores a 1.200 °C. Deve ser manipulada com o uso de EPI´s, a fim de evitar coceiras e alergias na pele e nos olhos. Suas principais características são:

  • baixo peso específico;
  • boa estabilidade química;
  • ótima resistência a tração;
  • suporta até 1.260°C;

Fita de fibra de vidro

Derivada da sílica, a fita de fibra de vidro possui uma excelente relação custo-benefício, destacando-se principalmente pela sua boa resistência mecânica e estabilidade química. Uma de suas desvantagens é a possibilidade de vitrificação caso seja exposta a temperaturas extremamente altas, perdendo assim sua funcionalidade. Conheça mais sobre ela:

  • boa resistência à tração;
  • baixo custo por metro;
  • elevada durabilidade;
  • elevada resistência química;

5. Acessibilidade econômica

Mesmo com várias funcionalidades agregadas e independentemente do tipo de material, a fita isolante térmica não é um item caro, mas sim um produto que requer baixo investimento para sua aquisição. Portanto, ela oferece um vantajoso custo-benefício.

6. Prevenção de acidentes de trabalho

A aplicação da fita isolante térmica em tubulações pode ser um importante recurso para prevenção de acidentes de trabalho. Isso acontece porque ela protege os colaboradores que circulam próximos a equipamentos e instalações aquecidos, evitando assim possíveis queimaduras e garantindo o devido conforto térmico.

Como deu para perceber, é fundamental compreender mais a respeito da fita para isolamento térmico, seja para garantir a eficiência e qualidade de um processo, seja para proteção e segurança dos colaboradores. Vale ressaltar também que, em caso de incertezas, a procura por uma equipe profissional é indispensável. Assim, você poderá sanar suas dúvidas e garantir que todos os procedimentos de segurança sejam devidamente adotados.

Gostou deste post? Então, assine a newsletter da Asalit e tenha acesso a mais informações sobre fitas de isolamento térmico e outros produtos semelhantes!

25/10/2018

6 aspectos importantes sobre a fita para isolamento térmico

Muitos processos industriais dependem da manutenção da temperatura interna (seja de equipamentos, seja de dutos e tubulações) para a garantia de sua eficiência e qualidade. Em outras palavras, esses processos necessitam de recursos que auxiliam na diminuição da troca de calor entre o meio interno e o ambiente externo. A fita para isolamento térmico é o produto ideal para essa aplicação. Capaz de retardar a transferência de calor quando aplicada em determinado local, a fita para isolamento térmico também desempenha […]
23/10/2018

Entenda tudo sobre fibra cerâmica

Amplamente utilizada em muitos segmentos industriais (metalurgia, petroquímica, siderurgia, etc.), a fibra cerâmica é capaz de originar vários insumos para isolamento térmico. Essa vasta aplicabilidade só é possível devido às inúmeras características singulares que ela ostenta, entre elas a alta capacidade de suportar calor e produtos químicos. Criada pela crescente necessidade de substituição dos produtos fabricados a partir do amianto (mineral asbesto), a fibra cerâmica é um excepcional produto para isolamento termo-acústico. Nesse contexto, este post vai apresentar tudo o […]
22/10/2018

Para que serve o grafite flexível? Entenda mais sobre esse material

Diante das novas necessidades da indústria, materiais inéditos têm sido desenvolvidos. Com propriedades especiais e aplicações diversas, o grafite flexível é uma dessas alternativas. Feito a partir de um processo especial de calandragem, cria folhas que oferecem ótimo desempenho. Antes de recorrer a essa possibilidade, entretanto, é fundamental compreender como a alternativa funciona. A seguir, conheça as principais qualidades do grafite flexível e entenda como ele pode ser aplicado em seu empreendimento. Entenda o que é grafite flexível O grafite, de forma […]
19/10/2018

Juntas de expansão: quais são os principais tipos e para que servem?

As juntas de expansão são elementos muito utilizados em tubulações e outros projetos que exigem estabilidade e estanqueidade. Selecionadas e aplicadas corretamente, garantem um bom desempenho de todo o conjunto. Elas são fabricadas em vários tipos e materiais. Então, é preciso conhecer as características dos principais elementos para fazer a seleção adequada. Assim, há maior alinhamento com as exigências do projeto. Para ter uma ideia concreta e tirar as suas dúvidas sobre o assunto, veja a seguir algumas informações relevantes […]
18/10/2018

Tudo que você precisa saber sobre os tecidos para o processo de soldagem

1. Introdução Em uma indústria, é comum que ocorram riscos de diversos tipos. Uma empresa que lida com líquidos inflamáveis, por exemplo, tem que diminuir as chances de sofrer com incêndios. Já uma que realiza o transporte de cargas pesadas deve se preocupar com impactos e quedas. Entre as que utilizam soldagem, o processo tem que receber atenção especial. Por envolver altas temperaturas e materiais especiais, essa etapa de transformação exige muito cuidado. Uma das ações que devem ser executadas […]
18/10/2018

Trabalho em altura: conheça o que diz a NR 35

As normas regulamentadoras foram desenvolvidas para que procedimentos relacionados à saúde e à segurança do trabalho fossem obrigatórios em empresas públicas e privadas. Uma delas é a NR 35, relativa aos trabalhos em altura. Sua adoção é exigida em todos os órgão e companhias que tenham empregados em contrato CLT. As determinações são válidas tanto para todos os empregados envolvidos, direta ou indiretamente, nas atividades em altura. Continue acompanhando este artigo e confira quais são as obrigatoriedades do empregado, do […]
11/10/2018

Quais são os benefícios do Big Data para a Indústria 4.0?

Nos dias de hoje não é mais possível separar os conceitos de Indústria 4.0 e Big Data. Vivemos um momento em que a evolução tecnológica, aliada às novas tendências de mercado, tornou tudo mais rápido e acessível. A Internet das Coisas teve um grande papel para o desenvolvimento da Indústria 4.0 e ao mesmo tempo tornou a sociedade mais competitiva como um todo. Assim, a enorme quantidade de dados recebidos e armazenados a todo momento precisa ser analisada com a […]
10/10/2018

Normas regulamentadoras: como o empregador deve segui-las?

Todo empregador e todo empregado tem direitos e deveres. Ambas as partes têm que cumprir com suas obrigações e podem solicitar o cumprimento de regras específicas. Para garantir que isso seja possível, as normas regulamentadoras são instrumentos importantes. Previstas por lei, elas abordam como deve acontecer a relação de trabalho em vários sentidos. De caráter obrigatório, todos os empregadores precisam saber como segui-las. Neste post, saiba como atender às obrigações das normas regulamentadoras e descubra por que fazê-lo. Para que […]
error: Conteúdo protegido!