6 aspectos importantes sobre a fita para isolamento térmico

Muitos processos industriais dependem da manutenção da temperatura interna (seja de equipamentos, seja de dutos e tubulações) para a garantia de sua eficiência e qualidade. Em outras palavras, esses processos necessitam de recursos que auxiliam na diminuição da troca de calor entre o meio interno e o ambiente externo. A fita para isolamento térmico é o produto ideal para essa aplicação.

Capaz de retardar a transferência de calor quando aplicada em determinado local, a fita para isolamento térmico também desempenha outras importantes funções, que você vai conhecer neste post. Então, continue a leitura e confira 6 pontos relevantes sobre o produto!

1. Sua definição

A fita de isolamento térmico é fabricada a partir de distintos tipos de fibra antichama, entre elas: amianto, fibra cerâmica e aramida. Comercializada em rolos — geralmente de 30 m de comprimento e 3 mm de espessura —, seu principal objetivo é isolar externamente dutos, tubulações e equipamentos, a fim de reduzir o consumo de energia por meio da manutenção de uma temperatura estável. Além disso, a fita cria uma proteção contra o calor da face quente, evitando possíveis acidentes com os colaboradores.

2. Principais aplicações

A fita isolante térmica pode ser utilizada em:

  • Cabos elétricos
  • Dutos de ar condicionado
  • Escapamentos
  • Tubulações de água quente
  • Tubulações frigoríficas

3. Principais características

Para assegurar essa amplitude de funcionalidades, é fundamental que a fica possua as propriedades que você vai conhecer a seguir.

Baixa condutividade térmica

Como o produto visa manter a estabilidade da temperatura interna de certa área, é essencial que o calor não seja dissipado por ele mesmo. Isso significa que a fita deve ter baixa condutividade térmica — assim, ao entrar em contato com a fita isolante, o calor encontra forte resistência e não consegue se propagar.

Resistência mecânica

A resistência mecânica de uma fita está relacionada à sua capacidade de se manter funcional mediante esforços como tração, atrito e torção. Nesse item, a fita mais apropriada é a de fibra aramida.

Estabilidade química

Alguns locais apresentam intempéries, umidade e ataque químico. Nesse tipo de aplicação, a resistência química da fita se faz essencial. Nesse aspecto, destaca-se a de fibra cerâmica

Baixo peso

Não adianta apresentar todas essas propriedades e ser um material pesado, pois isso sobrecarregaria o local de sua aplicação. A fita isolante deve ser leve, não impactando de maneira significativa no peso da estrutura onde ela eventualmente será usada. A fita mais leve atualmente no mercado é a de fibra aramida.

4. Variedade de modelos

Hoje, você pode encontrar diversos modelos de fita isolante no mercado. Conheça os principais:

Fita de fibra aramida

Apresentando ótima resistência mecânica, a fita de fibra aramida é um artigo comumente utilizado para proteção (na forma de mantas) de dutos e tubulações. Suas principais características são:

  • alta resistência à tração;
  • boa resistência à abrasão;
  • boa resistência à temperatura;
  • não causa alergia e coceiras;

Fita de fibra cerâmica

Fabricada a partir da fusão entre alumina, sílica e ligantes inorgânicos, oferece excepcional resistência a elevadas temperaturas, suportando valores superiores a 1.200 °C. Deve ser manipulada com o uso de EPI´s, a fim de evitar coceiras e alergias na pele e nos olhos. Suas principais características são:

  • baixo peso específico;
  • boa estabilidade química;
  • ótima resistência a tração;
  • suporta até 1.260°C;

Fita de fibra de vidro

Derivada da sílica, a fita de fibra de vidro possui uma excelente relação custo-benefício, destacando-se principalmente pela sua boa resistência mecânica e estabilidade química. Uma de suas desvantagens é a possibilidade de vitrificação caso seja exposta a temperaturas extremamente altas, perdendo assim sua funcionalidade. Conheça mais sobre ela:

  • boa resistência à tração;
  • baixo custo por metro;
  • elevada durabilidade;
  • elevada resistência química;

5. Acessibilidade econômica

Mesmo com várias funcionalidades agregadas e independentemente do tipo de material, a fita isolante térmica não é um item caro, mas sim um produto que requer baixo investimento para sua aquisição. Portanto, ela oferece um vantajoso custo-benefício.

6. Prevenção de acidentes de trabalho

A aplicação da fita isolante térmica em tubulações pode ser um importante recurso para prevenção de acidentes de trabalho. Isso acontece porque ela protege os colaboradores que circulam próximos a equipamentos e instalações aquecidos, evitando assim possíveis queimaduras e garantindo o devido conforto térmico.

Como deu para perceber, é fundamental compreender mais a respeito da fita para isolamento térmico, seja para garantir a eficiência e qualidade de um processo, seja para proteção e segurança dos colaboradores. Vale ressaltar também que, em caso de incertezas, a procura por uma equipe profissional é indispensável. Assim, você poderá sanar suas dúvidas e garantir que todos os procedimentos de segurança sejam devidamente adotados.

Gostou deste post? Então, assine a newsletter da Asalit e tenha acesso a mais informações sobre fitas de isolamento térmico e outros produtos semelhantes!

error: Conteúdo protegido!