Dicas valiosas para compradores

http://asalit.com.br/wp-content/uploads/2017/12/Asalit_Artigo_Blog_3-dicas_15-12-.png

Recentemente escrevi um artigo sobre a importância dos compradores como parceiro de negócio. Agora, proponho uma reflexão sobre a postura e algumas dicas voltadas à atuação desses profissionais, principalmente em tempos de crise.

  1. Construa um relacionamento transparente com os vendedores: as palavras-chave para uma negociação saudável são confiança e equilíbrio. Explico: da mesma forma como é inútil para um vendedor trabalhar com preços abusivos sobre sua mercadoria, não adianta mais pressionar fornecedores por descontos impraticáveis. Por isso, construir uma relação transparente em que ambos os lados buscam estabelecer uma relação de “ganha-ganha” pode trazer excelentes resultados.

Em outras palavras, evite a estratégia leilão de preços. Quando só se visa um lado, o do comprador, acaba-se prejudicando uma parceira sadia e atrapalhando futuras negociações. A confiança deve ser recíproca.

  1. Busque qualidade: conseguir o preço mais baixo nem sempre define uma negociação como bem-sucedida. É preciso avaliar a performance do produto/serviço contratado, o que demanda entender ao menos o básico sobre o processo relacionado ao objeto de compra. Aliás, essa questão é um dos motivos que nos levaram a investir em materiais educacionais, como o Guia prático de tecidos para solda, que aborda de forma simples e didática processos relacionados à soldagem e a aplicação dessa ferramenta.

Também é sempre válido solicitar amostras, visando conhecer o que está comprando, e priorizar fornecedores qualificados ISO9001. Dessa forma, é possível diminuir significativamente aborrecimentos futuros.

  1. Ciclo de compras: mais do que garantir o melhor preço, criar um cronograma de suprimentos permite negociar uma flexibilidade maior nos meios de pagamento. Para isso, é preciso um processo bem alinhado com a operação e o financeiro.

Converse com o usuário sobre a real necessidade do produto/serviço, para evitar uma compra “correria”, no qual você pagará mais caro pela urgência ou se aborrecerá cobrando um prazo por algo que não era tão crítico assim.

Com essas dicas, creio que é possível estabelecer um norte estratégico para alcançar excelentes resultados.

error: Conteúdo protegido!